José Condessa defende ficção nacional: "Não se dá valor ao que se faz em Portugal"

É a ficção internacional, apenas a que tem qualidade? José Condessa esclarece que, em Portugal, faz-se coisas muito boas e úteis.

José Condessa defende ficção nacional: "Não se dá valor ao que se faz em Portugal"

José Condessa regressa à ficção da TVI na novela 'Cacau'. O ator diz-se completamente ansioso. “A história exige muito de nós, faz com que nos sintamos vivos”, comenta, à revista TV Guia, deixando uma garantia: “E não há nem um bocadinho a engonhar. Há sempre coisas a acontecer, o que faz com que tenhamos de estar sempre a par da história. Está mesmo um projeto diferente.

Este novo projeto de ficção da TVI termina as gravações já em meados de março deste ano. Por essa altura, José Condessa vai abraçar a nova temporada de 'Rabo de Peixe'.

Deste modo, o ator não tem dúvidas da qualidade da nossa ficção. “É uma mentalidade com a qual não concordo… Dizem que lá fora é que se fazem as coisas bem feitas e que cá é tudo mau. Há muita porcaria também vinda de fora! Às vezes, não se dá valor ao que se faz em Portugal. E têm-se feito coisas brilhantes e inovadoras, seja nas plataformas de streaming ou nos canais a que nos habituámos a ver os nossos atores”, afirma o ator.

Recorde-se que o ex-namorado de Bárbara Branco fez parte de um projeto para a plataforma de streaming Netflix. “Claro que quero fazer parte de produtos da Netflix, ou de realizadores como Almodóvar, porque são grandes passos, mas isso não me faz olhar de lado para novelas ou séries nacionais”, esclarece Condessa.