Ana Marques: "Acho muita graça a concursos. Pessoas, ganha não ganha"

Ana Marques não tem dúvidas de que gostava de apresentar um concurso televisivo. Ainda assim, não descarta uma possível mudança profissional.

Ana  Marques: "Acho muita graça a concursos. Pessoas, ganha não ganha"

Ana Marques é uma das figuras mais populares da SIC. A par do 'Alô Portugal', a apresentadora é um os rostos de 'Alô Marco Paulo'. Quando a SIC decidiu colocar a apresentadora ao lado do cantor Marco Paulo, muitos foram os comentários que davam conta de um mau estar entre ambos. No entanto, os dois continuam a formar dupla em antena. "Já perguntei ao Marco Paulo o que ele me vai deixar em testamento, acho que é uma galinha, mas pedi-lhe que fosse uma poedeira", diz, entre gargalhadas. "Arranjámos uma maneira de nos entendermos que é muito engraçada e temo-nos divertido. Deve ser horrível trabalhar de outra maneira", conta.

O estado de saúde de Marco Paulo tem tido várias provações. Recentemente, o cantor descobriu mais um cancro. "O Marco Paulo tem sentido de humor. Está numa fase da vida em que não se quer chatear com nada e coloca tudo o que tem de mais divertido e de mais simpático naqueles momentos de gravação do programa. É isso que faz a boa onda destas gravações", afirma Ana Marques.

A apresentadora sofre de enxaqueca crónica. Um problema grande e fustigante de saúde, mas que não a inibe de trabalhar. “Nasci no dia mundial da luta contra a enxaqueca. Não tenho enxaquecas hereditárias, tenho por efeméride. É chato, mas há imensas pessoas em Portugal que sofrem com isto, em especial as mulheres e isto é altamente incapacitante, e estou com elas. É por ver pessoas, como o Marco Paulo, a fazer quimioterapia que penso que a minha condição de saúde é quase nada."

"Sou uma profissional de televisão, não descarto nada. Estou muito feliz na SIC, acho que na minha fase da vida tudo depende mais do projeto do que agora ir abraçar outro canal. Não fecho portas a isso como não fecho a uma série de outras coisas. Não fecho portas até à hipótese de um dia me afastar da televisão e fazer outra coisa qualquer", comenta. "Acho muita graça a concursos. Pessoas, ganha não ganha, acerta não acerta, muita brincadeira. Não estou a tirar um coelho da cartola, mas adorava apresentar um dia um concurso."